Categorias: Cinema

Festival Curta Brasília anuncia os filmes vencedores da edição 2018

Chegando à 7ª edição em 2018, o Festival Curta Brasília anunciou os filmes vencedores das duas mostras competitivas (curta e videoclipe), além de seções temáticas. A produção brasiliense Entre Parentes, de Tiago de Aragão, levou o prêmio principal pelo júri oficial, enquanto Catadora de Gente (RS), de Mirela Kruel, recebeu o troféu do voto popular.

Rodado em preto e branco, Entre Parentes acompanha uma grande mobilização indígena na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante a 14ª edição do Acampamento Terra Livre. Os manifestantes lutam contra retrocessos que estão em votação por parlamentares.

Em setembro, no 51º Festival de Brasília, o curta de Aragão ganhou o Troféu Câmara Legislativa, prêmio da Mostra Brasília, nas categorias de melhor curta e fotografia.

Veja a lista completa dos vencedores do 7º Festival Curta Brasília:

Mostra nacional de curtas-metragens

Melhor curta – Júri oficial

Entre Parentes, de Tiago de Aragão

Menção honrosa – Júri oficial

Catadora de Gente, de Mirela Kruel

Melhor curta – Júri popular

Catadora de Gente, de Mirela Kruel

Melhor direção

Marco Antônio Pereira (Alma Bandida)

Melhor roteiro

Nathália Tereza (Por Tanto Olhar o Céu Gastei Meus Olhos)

Melhor atuação

Edilson Silva (Por Tanto Olhar o Céu Gastei Meus Olhos)

Melhor montagem

Lautaro Colace (O Órfão)

Melhor fotografia

Matheus Rocha (Vaca Profana)

Melhor direção de arte

Guilherme Gehr (Plantae)

Melhor som

Mini Miss (Victoria Franzan)

 

Mostra Decibéis (videoclipes)

Melhor videoclipe – Júri oficial

Fernando Henna Está Online, de Thiago Ricarte, com a Filarmônica de Pasárgada

Menção honrosa – Júri oficial

Estudando o Dub, de Aleixo Leite, com Digital Dubs

Melhor videoclipe – Júri popular

Tá com Dólar, Tá com Deus, de Los Pibes (Raphael Pamplona e Caio Amantini), com Francisco, El Hombre

 

Prêmio Calanguinho

Oras Bolas, de Ricardo Makoto e Fred Reis

Prêmio Brazucah

Meu Melhor Amigo, de Laly Cataguases

Prêmio Provocações (Fundo Brasil)

Vidas Cinzas, de Leonardo Martinelli

Prêmio Dharma Filmes

Plantae, de Guilherme Gehr

Prêmio Cine França Brasil

Vigia, de João Victor Borges

Prêmio ABCV (Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo)

À Tona, de Daniella Cronemberger

Troféu Cinememória

Anderson, de Rodrigo Meirelles

Troféu BRB

A Roda da Fortuna, de Luciano Porto

Troféu Curta – Cartaz do Curta

Márcia Roth (À Tona)

Drag Race – Júri oficial

Cacia Labaxúrias

Felipe Moraes

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Brasília (UCB), Felipe Moraes é repórter de cultura e crítico de cinema no Metrópoles. Passou pelas redações do jornal Correio Braziliense e da revista Veja Brasília. É membro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e escreveu artigos para livros publicados pela entidade. Participou do Júri da Crítica (Abraccine) no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (FBCB) de 2013 e 2018 e do Júri Oficial no FBCB de 2014.

Últimas notícias

Sessão da Tarde: saiba qual filme a Rede Globo exibe hoje (19/2)

A Sessão da Tarde vai ao ar às 15h, antes de Vale a Pena Ver de Novo

3 horas passados

Amor de Mãe: resumo do capítulo desta quarta-feira (19/2)

Sinopse do capítulo da novela das 21h da Rede Globo

3 horas passados

Salve-se Quem Puder: resumo do capítulo desta quarta (19/2)

Sinopse do capítulo da novela das 19h da Rede Globo

3 horas passados

Éramos Seis: resumo do capítulo desta quarta-feira (19/2)

Sinopse do capítulo da novela das 18h da Rede Globo

3 horas passados

Malhação – Toda Forma de Amar: resumo desta quarta-feira (19/2)

Confira tudo o que vai acontecer na trama de Emanuel Jacobina

3 horas passados

Programação Corujão: saiba quais filmes Globo exibe hoje (19/2)

Hoje, o Corujão exibe dois filmes especiais na Rede Globo

3 horas passados