Em Desejo de Matar, Bruce Willis vive papel que foi de Charles Bronson

Filme dirigido por Eli Roth relê clássico de 1974 sobre “vingança com as próprias mãos”

E lá vem Bruce Willis em novo filme, mas não se preocupe: é cheio de ação e tiros. Trata-se do remake de um clássico estrelado pelo ator Charles Bronson (1921-2003) e com direção de Michael Winner. Como no original de 1974, neste novo Desejo de Matar, dirigido por Eli Roth, Willis vive o médico Paul, que tem a vida virada de ponta-cabeça após sua família ser alvo de um crime violento. Sua casa é invadida por um bando de marginais, sua filha é brutalmente agredida e fica em estado grave no hospital. Para piorar, a mulher acaba assassinada.

Como todo bom cidadão, Paul aguarda as investigações oficiais, mas logo percebe que a polícia não encontrará os assassinos. É aí que ele decide fazer a famosa “justiça com as próprias mãos”. Ele jura que encontrará todos os responsáveis e pegará um a um.

Sim, ele vai se armar e se transformar em um justiceiro. Vestindo um agasalho com capuz, ele é flagrado por algumas câmeras, que não mostram o rosto dele e, por isso mesmo, fazem com que muitos o apoiem em sua empreitada.