Alemão 2: distribuidora se desculpa por esquecer atriz em divulgação

Mariana Nunes se decepcionou com material promocional sem o nome dela; público apontou racismo

atualizado 31/03/2022 18:22

A atriz Mariana NunesGlobo/João Cotta

A Manequim Filmes, distribuidora do filme Alemão 2, pediu desculpas publicamente a Mariana Nunes e Dan Ferreira por omitir o nome deles no material promocional do longa-metragem. A atriz se queixou em seu Instagram por ter sido esquecida, e seguidores interpretaram o caso como racismo.

“Mariana Nunes e Dan Ferreira, pedimos desculpas por não termos incluído o nome de vocês no corpo do texto que foi enviado junto com um brinde a profissionais do meio cinematográfico, como forma de agradecimento ao apoio no lançamento de Alemão 2”, dizia a mensagem.

“O nome de vocês, assim como o nome de grande parte desse grande elenco, esteve em todos os materiais oficiais do filme, inclusive no topo dessa carta, que reproduz o cartaz do filme. Não existe justificativa para não ter estado no corpo do texto. Foi um erro grave e estamos tomando providências para que isso não ocorra novamente”, continuou a distribuidora em sua rede social.

0

A atriz, que também está na novela Quanto Mais Vida, Melhor!, é a única do primeiro filme, de 2014, que foi mantida na sequência. Sua personagem, também chamada Mariana, mora no Complexo do Alemão e tenta criar seu filho em um território castigado pela violência. Dan Ferreira, intérprete do policial Bento, se relaciona com Mariana.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Alemão 2 (@alemao2.ofilme)

No Instagram, o pedido de desculpas não foi bem aceito por outros atores. Maicon Rodrigues, por exemplo, desabafou nos comentários: “Isso é violento e agressivo, e vocês estão cheios de dinheiro pra produzir! Agora eu quero ver meter outdoor só com a cara deles no Brasil inteiro, eu quero ver mandar recolher tudo e refazer, eu quero ver… Eu quero ver não fazer miséria de cachê, eu duvido que faça, e isso é o mínimo. ‘Cês’ ganham dinheiro pra fazer isso? ‘Cês’ são antirracista na cadeia”.

Mariana Nunes produziu um vídeo abrindo o material de divulgação com expectativa de ler seu nome e ver seu rosto, mas logo se frustrou ao perceber que tinha sido omitida.

“Para mim, a Mariana representa as pessoas que deveriam ser as verdadeiras protagonistas dessa história, mas que na verdade são apagadas. São apagadas pelo tempo, apagadas quando se tornam apenas estatísticas, apagadas literalmente pelos tiros da polícia que chegam antes mesmo de qualquer explicação ou entendimento. O filme tenta não ser assim, mas a vida é. Essas pessoas são os moradores das favelas que vivem espremidos entre a polícia e o tráfico. Hoje mais cedo recebi um mimo com um flyer contendo o release do filme. No texto do release não tem meu nome. Quem viu Alemão 1 sabe quem é a Mariana na trama. Ela é o único personagem que está nos dois filmes. Ela é uma mulher em fuga pela sobrevivência, fugindo do apagamento. E é sobre apagamento esse texto. O apagamento das Marianas que representam tanta coisa que não queremos ver, coisas que ‘não vendem'”, escreveu.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias