*
 

Aos poucos, públicos que antes eram considerados invisíveis começam a ocupar espaço no cenário artístico. É o caso dos deficientes físicos e mentais, responsáveis por serem protagonistas em dois festivais – um de dança e outro de cinema – que estão ocorrendo na capital.

Em “Dança à Mostra”, que ocorrerá neste domingo em Sobradinho e no mês de outubro em Samambaia e Ceilândia, dançarinos com vários tipos de deficiência se apresentarão em diferentes estéticas corporais, como balé clássico, dança do ventre e sapateado.

O evento, beneficente, é gratuito, mas pede a doação de alimentos para a Rede Solidária Anjos do Amanhã, programa de voluntariado criado pela Vara da Família com o objetivo de ajudar crianças da capital em situação de risco.

CCBB
Já o “Assim Vivemos – 8º Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência” está previsto para ocorrer até 17 de setembro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O evento traz, gratuitamente, cerca de 30 filmes – entre curtas e longa-metragens de todo o mundo – cujos protagonistas são portadores de alguma deficiência.

Além da exibição dos films com diferentes suportes voltados a deficientes (audiodescrição, dublagem, legendas, interpretações em Libras e catálogos em Braile), o evento conta também com debates realizados ao lado de especialistas da área.

“Dança à Mostra”
Neste domingo (10/9), às 20h, no Teatro de Sobradinho (Sobradinho I, área especial, quadra 12). Nos dias 14 e 15 de outubro, às 20h, no Teatro Sest/Senat de Samambaia (QS 420, conjunto 8, lote 1). Nos dias 21 e 22 de outubro no Teatro Sesc Newton Rossi de Ceilândia (QNN 27). Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.

“Assim Vivemos”
Até dia 20 de setembro no Centro Cultural Banco do Brasil (Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2). As sessões estão marcadas para ocorrer entre terça e domingo, das 10h às 19h. Confira a programação completa aqui. Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.
 

 

COMENTE

cinemaDançaCCBBdeficiencia
comunicar erro à redação

Leia mais: Entretenimento