Embaixada realiza mostra drive-in de Cinema Finlandês com entrada franca

Evento será realizada no dia 22 de setembro e contará com três sessões

O icônico Cine Drive-in de Brasília recebe no dia 22 de setembro a 1ª Mostra Drive-in de Cinema Finlândes, organizada pela Embaixada da Finlândia. Serão exibidos três filmes finlandeses legendados em português, de diferentes gêneros.

A entrada é gratuita e os lugares serão preenchidos por ordem de chegada. Além de evitar filas, os 50 primeiros carros de cada sessão ganharão um brinde.

O primeiro filme, às 18h20,  será a comédia romântica IMC do Amor. Às 20h10 começa Aurora, drama considerado uma das produções de maior sucesso na Finlândia em 2019. O filme O Último Lance fecha a mostra, com exibição a partir das 22h.  O longa é mais um drama finlandês aclamado pela crítica, sendo destaque, inclusive, em vários festivais internacionais.

1/3
IMC do Amor conta como Stigu e Ella, dois finlandeses que se conhecem na academia, começam uma relação casual, sem compromisso algum. No enredo, os sentimentos ficam misturados e, quando os dois precisam trabalhar juntos em uma campanha publicitária, as confusões começam a aparecer. Um filme leve e divertido, que mostra peculiaridades da cultura finlandesa, como o inusitado concurso de carregamento de esposas no interior da Finlândia
Aurora conta a história de Darian, um imigrante que chega à Lapônia e tem o plano de se casar com uma finlandesa para poder morar no país. Uma noite, em uma barraca de fast food, ele conhece Aurora de uma maneira não muito simpática, e a garota a princípio não é muito amigável. No entanto, ao conhecer a doce filha de Darian, ela resolve ajudá-los. O drama, que tem toques de comédia, é narrado de uma maneira leve e descontraída, apesar da temática atual e relevante
O Último Lance: O drama envolve Olavi, um negociante de arte que resolve apostar em um quadro sem assinatura que ele julga ser de altíssimo valor. A história se desenvolve à medida em que Olavi precisa lidar com os percalços do leilão de arte ao mesmo tempo em que deve fazer uma intensa pesquisa sobre a origem do quadro, além de lidar com o neto com quem não teve muito contato