Vídeo. Incêndio atinge Estação Ecológica de Águas Emendadas

Bombeiros demoraram mais de três horas para debelar as chamas que consumiram 75 mil metros quadrados de vegetação

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/Divulgação

atualizado 17/09/2019 11:08

O Distrito Federal registrou mais um incêndio florestal de grandes proporções. Desta vez, militares do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) precisaram de três horas para combater as chamas que consumiram 75 mil metros quadrados da Estação Ecológica de Águas Emendadas, em Planaltina, na noite desse domingo (15/09/2019).

O CBMDF deslocou 35 militares distribuídos em sete viaturas para o combate. De acordo com a corporação, a equipe chegou por volta das 21h42, mas o incêndio só foi controlado às 0h50 desta segunda-feira (16/09/2019).  Não há registro de feridos e as causas do que teria provocado o fogo ainda são desconhecidas pelos bombeiros.

DF em chamas

Só na primeira quinzena de setembro, aproximadamente 3 mil hectares foram destruídos pelo fogo. A área é maior que a de Águas Claras, que soma cerca de 2,7 mil hectares. A extensão de queimadas calculada pelos bombeiros apenas neste mês é maior do que a registrada em todo o ano passado, quando cerca de 3,5 mil hectares queimaram em Brasília.

A área tomada pelas chamas em setembro representa um terço do total computado no ano. Em 2019, 10 mil hectares foram destruídos pelo fogo — quatro vezes a extensão do Guará.

Do começo do ano até esse domingo (15/09/2019), foram mais de 7 mil incêndios, contra 1.557 chamadas nos 15 primeiros dias deste mês. A média do ano é de 29 ocorrências diárias; em setembro, foram 111 por dia. Em 2018, o Corpo de Bombeiros atendeu 1.836 ocorrências, média de cinco por dia.

 

 

 

Últimas notícias