Estudante da Universidade Católica é vítima de racismo em competição

Alunos de medicina teriam promovido o ato preconceituoso. Instituição investiga e promete punição

Uma denúncia de injúria racial entre alunos da Universidade Católica de Brasília (UCB) levou a instituição a divulgar nota em sua página oficial na qual repudia a atitude e promete punições. O ato preconceituoso teria ocorrido durante amistoso entre equipes da própria UCB, na terça-feira (16/04/19), e está em averiguação.

O evento foi realizado pela Liga das Atléticas da UCB. As ofensas contra um estudante de direito, segundo informações, partiram de alunos do curso de medicina. A reação da instituição de ensino veio dois dias depois com a nota, divulgada na quinta-feira (18/04/19).

“Qualquer manifestação de preconceito é considerada incabível, retrógrada e infundada e não podemos aceitar que tais fatos sejam uma realidade na nossa sociedade”, afirma a nota.

O texto destaca, ainda, que “a universidade não ficará inerte diante deste ocorrido e lutará para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas. Racismo não é normal e esta atitude não passará”.

A instituição formou uma comissão para analisar o caso e punir possíveis responsáveis.