*
 

O Distrito Federal terá vias onde a velocidade máxima dos carros, ônibus e motos será de 30km/h. O projeto foi batizado de Zona 30 e idealizado para proteger pedestres e ciclistas. Além disso, visa estimular o uso dos espaços públicos e dos meios de transportes não motorizados, como bicicletas, patins e skate.

Segundo decreto publicado na edição desta quarta-feira (11/7) do Diário Oficial do DF, as vias urbanas integrantes da Zona 30 serão sinalizadas com placas. Deverão ser promovidas campanhas educativas para conscientizar os brasilienses quanto à prioridade do transporte não motorizado e aos novos limites de velocidade estabelecidos.

A definição das vias que integrarão o Zona 30 será feita em conjunto pelas secretarias de Mobilidade, Gestão do Território e Habitação e o Departamento de Trânsito do DF (Detran).

Projeto piloto já está em funcionamento, desde março de 2018, na Universidade de Brasília (UnB), nas vias entre os Institutos Centrais de Ciências (ICCs), o Restaurante Universitário e o Banco do Brasil.

A Secretaria de Mobilidade informou que as vias serão definidas por meio de estudos técnicos prévios.