DF cumpre meta da ONU de redução no número de mortes no trânsito

O Distrito Federal foi a primeira unidade da Federação a cumprir a meta de reduzir em 50% o número de mortes por acidente nas vias

Gabriel Pereira/MetrópolesGabriel Pereira/Metrópoles

atualizado 30/05/2019 19:54

O Distrito Federal é a primeira unidade da Federação a atingir a meta da década de segurança viária da Organização das Nações Unidas (ONU), que propõe a redução de mortes no trânsito em 50% no acumulado de 12 meses até 2020.

Em 2010, uma projeção feita em decorrência da meta da ONU indicou que, até 2020, com o aumento da população e do número de carros, os acidentes de trânsito no DF causariam 500 mortes em um ano. O objetivo definido foi reduzir esse número pela metade até lá. Com o programa, entre maio de 2018 e abril de 2019, 255 vidas foram salvas, superando essa meta pela primeira vez.

O resultado é consequência do esforço conjunto do programa Brasília Vida Segura, composto por órgãos de segurança do DF, em parceria com a Cervejaria Ambev. O Brasília Vida Segura atua em três frentes – saúde, educação e segurança viária. O projeto atua para reduzir o número de acidentes fatais no trânsito e o consumo indevido de bebidas alcoólicas de acordo com as metas e diretrizes da ONU e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O trabalho de segurança viária foi dividido em três fases. O primeiro passo foi classificar os tipos de acidentes e identificar perfis e locais mais críticos das ocorrências. Por meio da análise do banco de dados estruturados em parceria com o Detran DF e com a Polícia Civil, foi possível identificar as causas dos acidentes para definir as linhas do programa.

Na segunda fase, foi criado o Comitê de Segurança Viária composto por representantes do Governo do Distrito Federal, como DETRAN, DER, DNIT, Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, Bombeiros, SAMU e Novacap, com a coordenação da Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal. As metas foram definidas pelo comitê e as ações começaram a ser executadas. Na sequência, foi iniciada a fase de análise e controle dos resultados.

Últimas notícias