*
 

Nem mesmo com a antecipação do fim do expediente para o meio-dia, o GDF não conseguiu evitar um nó no trânsito nas principais vias do Distrito Federal nesta sexta-feira (6/7). Foram registrados congestionamentos nas estradas Parque Taguatinga (EPTG), Núcleo Bandeirante (EPNB), Indústria e Abastecimento (Epia) e na Estrutural. Todo mundo querendo chegar em casa a tempo de assistir ao jogo do Brasil contra a Bélgica, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

No Lago Sul e nas entrequadras do Plano Piloto, a situação foi a mesma. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagens (DER-DF), às 14h40 ainda havia lentidão em vias como a Epia no sentido Colorado (mesmo com a faixa reversa em funcionamento), próximo à Candangolândia e ao Catetinho, na EPTG e na Ponte JK.

No caminho para a Candangolândia, na Epia, o servidor público José Antônio Oliveira, 41 anos, torcia para dar tempo de chegar a um churrasco na casa de um amigo, no Park Way. “Vai dar tudo certo”, apostou.

Na Rodoviária, filas se formaram por volta das 12h30. Mas, às 14h15, a situação para quem pegava ônibus e metrô já estava normalizada. “Quero ver se vai dar tempo de chegar em casa. Aqui está bom. Resta saber como vai estar o trânsito”, disse Anete Soares, 51, moradora de Ceilândia.

 

No dia 27/6, enquanto a Seleção Brasileira trocava os primeiros passes em campo, na Rússia, na disputa pela classificação às oitavas de final da Copa do Mundo, muitas pessoas ainda estavam presas no trânsito, dentro de ônibus e do metrô.

Na Asa Norte, a situação ficou complicada nas principais vias da região. Houve registros de gargalos na L2 e L4, bem como no Setor de Clubes Norte (SCN). Na EPTG, o trânsito também estava complicado, assim como na EPNB. O caminho para Sobradinho e cidades vizinhas não foi diferente.

Quem precisou do metrô, teve que se apertar. O mesmo ocorreu com os usuários de ônibus.