Coronavírus: GDF suspende posse e nomeação de concursados

Apenas os candidatos “cujo exercício seja necessário para a prevenção, contenção ou combate ao novo coronavírus” estão excluídos da decisão

O Governo do Distrito Federal (GDF) suspendeu, na noite deste sábado (28/03), a posse e o exercício de candidatos aprovados em concursos para órgãos públicos da capital em função do novo coronavírus. A medida é válida por tempo indeterminado, segundo o Executivo local.

A decisão de suspender as nomeações foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF). De acordo com o decreto, apenas os candidatos “cujo exercício seja necessário para a prevenção, contenção ou combate ao novo coronavírus” estão excluídos da determinação.

Na decisão, o Executivo local afirma que a nomeação de novos servidores públicos “pode comprometer as medidas de contenção do coronavírus”.

Também foi fator determinante para o decreto a “necessidade de se respeitar as limitações de locomoção de pessoas nesse momento”.

Na justificativa para decretar a suspensão das nomeações, o governador Ibaneis Rocha (MDB) ainda defende que as nomeações de servidores “não essenciais na contenção da disseminação do coronavírus pode gerar desnecessário gasto financeiro aos cofres públicos do DF”. Segundo o decreto, o fato contraria o interesse público.

Esta é mais uma medida adotada pelo GDF para tentar frear o crescimento vertiginoso no número de casos da doença computados na capital.

Desde que Brasília registrou seu primeiro caso, o Executivo local já determinou a suspensão de uma sorte de atividades que promovam grande aglomeração de pessoas.

Atualmente, o DF tem 260 casos confirmados da doença e nenhum óbito registrado. Do total, 193 estão com infecção leve, enquanto 11 apresentam infecções graves e 13 críticas. Cerca de 120 pessoas conseguiram se recuperar da doença.