Seis regiões do DF terão corte de energia nesta quarta-feira (12/1)

Os serviços serão realizados em parte de Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Sobradinho e Sudoeste

atualizado 12/01/2022 7:38

Nesta quarta-feira (12/1), as redes de energia passarão por serviços de melhorias, como substituição de equipamentos, de rede e podas de árvores. Para isso, será necessário interromper a distribuição elétrica.

Os serviços serão realizados em parte de Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Sobradinho e Sudoeste.

Furto de cabos deixa Ponte JK no escuro e causa prejuízo de R$ 300 mil

A poda de árvores a fim de evitar futuros transtornos aos moradores interromperá energia em parte da Ceilândia e do Recanto das Emas.

Na primeira região administrativa será afetado o Setor Habitacional Sol Nascente, chácaras 2, 3, 9, 54, 101, 102 a 105, 162 e 330; Núcleo Rural Guariroba, chácara 4; BR-070, km 8, gleba 4, chácara 494. O horário previsto para início é 9h e o término às 13h.

Já no Recanto das Emas, o endereço é o Núcleo Rural Vargem da Benção, chácaras 39 a 43 e 45. Os moradores ficarão sem energia das 9h às 16h30 para que as equipes possam trabalhar com segurança.

0

No Riacho Fundo II, nas QNs 7C, 7D, 7E e 7F  será realizado o recondutoramento de rede. Já nos conjuntos 1 ao 8, A e B da quadra 319; 2 e 4 ao 13 da quadra 321; 1 ao 13, A, C e F da quadra 323; e E da quadra 519, todos em Samambaia. Ali será executada a compactação de rede. Ambos os serviços ocorrerão das 9h às 16h30.

Cabo se rompe e deixa moradores do Gama sem energia por duas horas

Do outro lado do DF, em Sobradinho, os trabalhadores atuarão na substituição de poste das 10h às 16h30. A ação afetará as chácaras dos kms 5 e 6 da DF-205. Por fim, na SQSW e CLSW 304 do Sudoeste, as equipes trabalharão na substituição de protetores das 8h30 às 16h30.

Caso os serviços sejam concluídos antes do horário previsto, a Neoenergia energizará a rede sem aviso prévio, reduzindo assim o tempo em que os consumidores permanecerão sem energia elétrica.

Mais lidas
Últimas notícias