Policiais da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) deflagraram uma operação para prender um dos maiores contrabandistas de cigarro da região administrativa. Após meses de investigação, os agentes descobriram que uma distribuidora de bebidas na quadra 205 funcionava como ponto para tráfico de drogas e venda de maços contrabandeados do Paraguai.

Na noite dessa quarta-feira (15/05/2019), os policiais flagraram a venda de entorpecentes e entraram no estabelecimento. No local, encontraram o proprietário identificado pelas iniciais A.R.C.R., 39 anos, e o funcionário P.F.S, 27. De acordo com a PCDF, a distribuidora contava até com câmeras de segurança para monitorar a aproximação da polícia.

Foram apreendidos 200 mil cigarros avaliados em R$ 60 mil, 38 porções de cocaína, 121 de crack, 131 de maconha, nove cartelas de roupinol, medicamento usado no golpe “Boa noite Cinderela” R$ 29,7 mil em espécie e uma balança de precisão. O proprietário já tinha passagens por desacato, embriaguez ao volante e caça ilegal. Já P.F.S já respondeu pelo crime de favorecimento real.

Desta vez, a dupla vai ser autuada por tráfico de drogas, associação para o tráfico, descaminho e fraude a comércio.