Moradora do Lago Sul é levada como refém e pede ajuda em posto

Ladrão teria invadido casa na QL 20 e sequestrado a mulher, após assalto. Bandido foi preso pela PMDF

PMDF/DivulgaçãoPMDF/Divulgação

atualizado 28/10/2019 20:34

Um homem foi preso, nesta segunda-feira (28/10/2019), suspeito de sequestrar uma moradora da QL 20 do Lago Sul. A vítima, uma aposentada de 68 anos, teria sido feita refém após ter a casa assaltada. O bandido, identificado como Alex Pereira dos Santos, 33, acabou detido pela Polícia Militar do DF (PMDF).

De acordo com a corporação, a prisão ocorreu 20 minutos depois do crime, em um posto de gasolina próximo à casa da vítima, na QL 22. Após roubar 150 euros e 5 dólares da aposentada, o suspeito pediu que a moradora entrasse no carro e dirigisse.

A vítima, porém, disse que precisava parar em um posto de gasolina para abastecer. Neste momento, a mulher teria pedido ajuda a um dos frentistas. “Disseram que ele [o ladrão] não sabia dirigir, então veio no banco de trás, com uma faca na nuca dela. Quando fui atender, ela pediu socorro mexendo só a boca e eu entendi”, contou o funcionário ao Metrópoles. Ele pediu para não ter o nome divulgado.

“Nisso, ele já perguntou o que ela estava falando comigo, mas a mulher respondeu só que não tinha dinheiro e precisava pagar no cartão. Então, falei que as máquinas estavam com problema e iria resolver. Aí, já contei para a outra frentista e ela chamou a polícia”, completou.

À reportagem, a moradora relatou ter o costume de trancar a porta da varanda da casa. Nesta segunda, contudo, decidiu deixar a entrada aberta. “Ele veio pela mata, rendeu as empregadas e elas foram ao meu quarto falando para mim que era um assalto. Ele as deitou no chão e falou que queria joias e dinheiro”, narrou.

 

O cabo Bandeira, da PMDF, informou que o automóvel estava sendo procurado pela corporação, que foi acionada pela família da moradora. O policial contou que o bandido amarrou as empregadas domésticas que trabalham no local e fugiu levando joias, euros e outros objetos, tudo dentro do carro conduzido pela mulher sequestrada.

A vítima e o ladrão foram levados à 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). De acordo com a PCDF, o preso, conhecido como “Gordo”, possui passagens por furto e roubo desde 2005. Os crimes, em maioria, ocorreram na área do Lago Sul. Na ficha criminal dele, há seis mandados e seis recomendações de prisão.