Homem é preso ao simular dívida e tentar extorquir a própria mãe no DF

Com a ajuda de um comparsa, o suspeito foi detido após tentar obter R$ 4 mil da idosa, que tem 74 anos, por meio de uma ligação telefônica

atualizado 25/08/2020 12:26

extorsão mãePCDF/Divulgação

Dois homens foram presos, no fim da tarde dessa segunda-feira (24/8), acusados de cometer o crime de extorsão. A vítima seria a mãe de um deles, uma senhora de 74 anos. A operação foi desencadeada em parceria por duas divisões da Coordenação de Repressão a Crimes Patrimoniais (Corpatri) da Polícia Civil.

De acordo com as investigações conduzidas pela Divisão de repressão de latrocínio e furto e roubo de cargas (DRLC )e a Divisão e Repressão a Furtos (DRF), os suspeitos inventaram uma dívida em nome da vítima. Enquanto o filho estava com sua mãe, o comparsa, se passando por agiota, teria ligado em seu telefone celular, que então foi passado para a senhora, havendo a cobrança do suposto valor devido, através, inclusive, de ameaça de morte à vítima e toda sua família.

O valor cobrado era de R$ 4 mil, segundo as investigações. Em uma ligação, a genitora propôs até o parcelamento da suposta divida, o que não foi aceita pelos criminosos. O dinheiro seria utilizado para realização de outros crimes. Segundo o delegado responsável pela investigação, Elianto Couto, os criminosos eram frios e calculistas.  ” O responsável por fazer a ligação pedia que seu comparsa chorasse na frente de sua genitora mostrasse desespero, para dar maior credibilidade a conduta criminosa”, disse.

0

Ambos foram presos preventivamente e já possuíam passagens pela polícia. O acusado que realizava as ligações já cumpriu mais de 20 anos de cadeia. Os dois, agora, vão responder pelo crime de extorsão, com pena de 4 a 10 anos, com aumento de um-terço até a metade por ter sido praticado por duas pessoas, e com o agravante para um deles por ter sido o crime praticado contra ascendente.

Últimas notícias