Estelionatária que aplicou golpe de R$ 350 mil no DF é presa

Investigações apontam que há um grupo criminoso que vende créditos precatórios judiciais de forma fraudulenta

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 23/10/2019 16:22

Uma estelionatária foi presa pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) ao receber R$ 350 mil obtidos após negociação fraudulenta de direitos precatórios. O flagrante ocorreu na terça-feira (23/10/2019). De acordo com as investigações, ela se apresentou como parte de uma ação que tramita na 1ª Vara de Palmas (TO). A titular do processo teria de receber uma quantia do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a título da requisição de pagamento judicial.

O direito à verba seria em razão da desapropriação de terreno por interesse social, para reforma agrária. Na última segunda-feira (21/10/2019), a criminosa vendeu, de forma ilícita, parte do precatório para uma vítima do Rio de Janeiro.

A investigada chegou a abrir uma conta usando documentos falsos para receber a transferência de R$ 350 mil feita pela vítima. A mulher foi presa em flagrante por policiais da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (Corf), enquanto transferia o dinheiro para outras contas.

De acordo com a PCDF, as investigações apontam que há um grupo criminoso que se passa por beneficiários de decisões judiciais e vende créditos precatórios. Os precatórios são validações de pedidos de pagamento, devido pela Fazenda Pública, autarquias e fundações, por causa de uma condenação judicial definitiva.

Aguarde mais informações

Últimas notícias