DF: haitiano é preso pela 2ª vez por venda ilegal de passagens

Cedieu Registre foi autuado em flagrante por estelionato contra a administração pública

ReproduçãoReprodução

atualizado 11/10/2019 15:08

O haitiano Cedieu Registre, 43 anos, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (11/10/2019) por venda ilegal de passagens do sistema de transporte público do Distrito Federal. O flagrante ocorreu na Rodoviária do Plano Piloto. A ação faz parte da sexta etapa da Operação Cartão Vermelho conduzida pela Coordenação de Repressão a Fraudes (Corf) para coibir o crime de estelionato contra a administração pública.

De acordo com a polícia, esta é a segunda vez que o haitiano é preso. A primeira foi em 18 de julho, no mesmo local, quando ele passava cartões de terceiros e cobrava R$ 5 por embarque. Na operação desta sexta (11/10/2019), Cedieu foi flagrado com dois cartões e R$ 1.092 em espécie. O suspeito alega que o dinheiro é proveniente da venda de roupas, mas confessou ter passado os cartões nas catracas por quatro vezes nesta manhã.

A PCDF o autuou em flagrante por estelionato contra a administração pública. Se condenado, pode pegar de 1 a 5 anos de reclusão. Ainda de acordo com a Corf, a prisão ocorreu a partir de informações repassadas pela Subsecretaria de Fiscalização da Secretaria de Mobilidade, que vinha monitorando a ação do investigado.

Além disso, a pasta apresentou os extratos de movimentação dos cartões, que apontam a movimentação nas catracas na manhã desta sexta-feira (11/10/2019).

O suspeito foi filmado e fotografado passando cartões para terceiros, recebendo dinheiro cada vez que passava o cartão nos validadores do BRT. Os furos no sistema de transporte público causam prejuízos de R$ 100 milhões por ano ao Governo do Distrito Federal, informou a PCDF.

Últimas notícias