Ação conjunta da PCDF e PRF prende acusados de tráfico interestadual

O homem era o responsável pelo financiamento dos carregamentos e aluguel de veículos utilizados como batedores

Nesta segunda-feira (7/12), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e a Polícia Rodoviária Federa (PRF) deflagraram a terceira fase da Operação Virtus, com o cumprimento de mandado de prisão preventiva do financiador de um grupo criminoso suspeito de tráfico interestadual de drogas. A ação ocorreu em Santa Maria.

Segundo as investigações, um homem era o responsável pelo financiamento dos carregamentos e aluguel de veículos utilizados como batedores. Durante todas as fases das investigações realizadas foram aprendidas aproximadamente duas toneladas de maconha e nove pessoas foram presas, todas são especializadas na prática do tráfico interestadual de maconha.

Na sexta-feira (4/12), na BR-040, imediações de Santa Maria, foi deflagrada a segunda fase da operação organizada pela Coordenação de Repressão às Drogas (Cord). Foram presos em flagrante quatro homens por tráfico interestadual de drogas, recepção e uso de documento falso. Além disso, os policiais apreenderam três carros.

1/4
Maconha aprendida
Ação contou com a PCDF e PRF
Nove pessoas foram presas
Droga vinha do Mato Grosso do Sul

Os veículos trafegavam em comboio. Alguns seguiam à frente do automóvel, carregado com drogas, para alertar pontos de blitz e fiscalização policial. O papel conhecido como batedor era desempenhado por outros dois carros. A droga apreendida na segunda fase, 601 tijolos de maconha prensada, com massa aproximada de 500 kg, era transportada em um veículo produto de roubo.

Segundo os investigadores, o carro teve a suspensão preparada para receber a carga acondicionada no seu interior. As investigações são realizadas desde abril deste ano. O grupo criminoso, desarticulado com as prisões e apreensões é responsável por outras duas remessas de maconha prensada do Mato Grosso do Sul para o Distrito Federal.

Outras apreensões

Em abril deste ano, a PM do Mato Grosso do Sul apreendeu remessa de 733,6 kg de maconha transportada em um Virtus, produto de roubo em Figueirão (MS). O transporte da droga era realizado pelos investigados com destino ao Distrito Federal.

Já em 12 de maio deste ano, a Cord apreendeu outro carregamento de maconha pertencente ao grupo criminoso investigado. Na ocasião, foi apreendida uma S10, produto de crime, que transportava uma tonelada de maconha. Foram presos os condutores da S10 e de um VW Gol, que desempenhava a função de batedor.

Na segunda fase da operação, foi preso em flagrante o líder do grupo criminoso, que integrava o comboio de transporte dos 500 kg de maconha. Ele já possuía em seu desfavor mandado de prisão preventiva, decorrente dos atos de traficância realizados anteriormente e evidenciados pela investigação.