DF: idosos acamados recebem vacina contra a gripe em casa

Ao todo, foram beneficiadas 140 pessoas de três condomínios do Guará. Serviço pode ser agendado por telefone

atualizado 02/04/2020 7:34

Vacinação contra gripe posto 612 SulRafaela Felicciano/Metrópoles

Equipes da Unidade Básica de Saúde (UBS) 3 do Guará 2 visitaram três condomínios da região administrativa e vacinaram contra a gripe 140 idosos acamados em suas residências.

Os profissionais de saúde tomaram a iniciativa como forma de evitar as aglomerações e a disseminação do novo coronavírus, especialmente entre as pessoas com mais de 60 anos, público de risco para a doença.

Nos residenciais, espaços foram reservados para a vacinação nas quadras de esporte e salões de festas. Os idosos com dificuldades para se locomover foram vacinados pelos técnicos de enfermagem em seus apartamentos.

Segundo a Secretaria de Saúde do DF, a vacinação domiciliar é ofertada para idosos acamados. O familiar pode ligar no 160 para marcar o agendamento.

“Alguns deles falaram que, em todos esses anos, nunca tinham recebido esse tipo de visita, de vacinação in loco. Nesse momento que passamos, é importante os gestores encontrarem novas formas de aplicar as vacinas e reduzir riscos”, comentou a gerente de Serviços de Atenção Primária à Saúde (Gsap) 3 do Guará, Vanusa Oliveira.

De acordo com a pasta, cada um dos três condomínios tem 23 andares, com uma média de 500 apartamentos por edifício. Devido à quantidade de pessoas, os prédios foram os primeiros escolhidos pela equipe de saúde do Guará 2 para fazer a vacinação domiciliar. Foram enviados comunicados aos síndicos para que autorizassem a entrada dos profissionais e organizassem o atendimento aos idosos.

“Esses condomínios estão entre os maiores do Guará 2 e com maior possibilidade de terem mais idosos. Também mandamos o comunicado para outros três condomínios da região, e, até sexta, mandaremos para outros três. A ideia é fazermos essa ação uma vez por semana”, informou a gerente.

Assim que as vacinações forem concluídas em idosos que moram em edifícios, a expectativa é que a equipe da UBS 3 comece a fazer os atendimentos para os que residem em casas na área de abrangência da unidade de saúde.

“Estamos montando uma lista para organizar esses atendimentos e, quando puder, começaremos essas novas visitas”, garantiu Vanusa Oliveira.

Últimas notícias