Covid-19: transferida para o DF, paciente de Manaus morre no HUB à espera da UTI

Senhora de 67 anos foi uma de 15 pacientes que vieram da capital amazonense para tratamento no DF. Mais três apresentam estado grave

Uma senhora de 67 anos faleceu devido a complicações causadas pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) nessa segunda-feira (18/1). A paciente era uma das 15 pessoas transferidas de Manaus para a unidade hospitalar.

Segundo o HUB, a vítima aguardava por uma vaga de unidade de tratamento intensivo (UTI) na rede pública. Ela precisou ser entubada e ligada ao respirador. No entanto, a paciente teve uma parada cardiorrespiratória e, mesmo após procedimento de reanimação por 40 minutos, não resistiu. O corpo da idosa deve ser levado nesta terça-feira (19/1) para a capital amazonense, para que seus familiares possam proceder com o enterro.

Por meio de nota, a instituição lamentou o óbito da paciente. “O HUB-UnB e a Rede Ebserh se solidarizam pela perda”, afirmou, colocando a equipe psicossocial do hospital à disposição dos familiares.

De acordo com a Secretaria da Saúde (SES-DF), a taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com a Covid-19 é de 76,19%. Do total de 173 leitos, 128 estão ocupados, além de outros cinco que estão bloqueados.

O hospital universitário informa, ainda, que outros três enfermos apresentaram piora no quadro de saúde, ficando com estado mais grave, sendo que dois foram transferidos para leitos de UTI da rede pública.

De acordo com a entidade, a unidade tem 20 leitos de enfermaria para pacientes com a Covid-19, todos com suporte de oxigênio, além de sete ventiladores mecânicos. “A estrutura e equipamentos são necessários para oferecer o cuidado adequado a esses pacientes, até a transferência para um leito definitivo de UTI na rede pública de saúde”, esclarece.