Dom Paulo Cezar Costa é nomeado novo arcebispo de Brasília

Religioso será transferido de São Paulo para a capital, que estava havia sete meses com a posição vaga

O Papa Francisco nomeou, na manhã desta quarta-feira (21/10), o novo arcebispo de Brasília. Dom Paulo Cezar Costa, de 53 anos, estava como clérigo na Diocese de São Paulo e aceitou a transferência, que deve ser efetivada em dezembro.

Em carta aberta aos fiéis, o clérigo confirmou o aceite ao convite e disse que faz o que “patriarcas e profetas de nossa fé fizeram: partiram respondendo a um Chamado de Deus”.

Ao pontífice da Igreja Católica, dom Paulo oferece sua “filial obediência, comunhão e gratidão pela confiança”, e ainda planejou sua atuação para “estabelecer com os poderes da República e com a sociedade um diálogo profícuo e respeitoso”.

Graduado em Teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, além de ser mestre e doutor na área pela Pontifícia Universidade Gregoriana, dom Paulo atuava como 7º bispo da Diocese de São Carlos desde 2016, quando foi designado para a função pelo também Papa Francisco.

A posição estava vaga desde março deste ano, quando o Santo Padre transferiu o então arquidiocesano Sérgio da Costa para Salvador, na Bahia, após a renúncia do eclesiástico soteropolitano dom Murilo Sebastião Ramos Krieger. De forma interina, era dom José Aparecido quem comandava a arquidiocese na capital, inclusive celebrando missa em honra à padroeira da cidade no último feriado de Nossa Senhora Aparecida, em 12/10.

1/4
7º Bispo da Diocese de São Carlos, em São Paulo, Dom Paulo Cezar é escolhido por Papa Francisco como novo arcebispo de Brasília
Papa Francisco
Dom Paulo substitui o arquidiocesano Sérgio da Costa, transferido para Salvador (BA) em março deste ano
Dom José Aparecido esteve, desde então, como administrador da Arquidiocese de Brasília interinamente

Reconhecendo o trabalho de seus antecessores, o novo arcebispo brasiliense escreveu que “entro na vida desta Igreja Particular com muito respeito pela sua caminhada, pelo trabalho dos meus predecessores, principalmente o Cardeal Sérgio da Rocha, que doou a vida por vários anos nesta Igreja”. Por fim, declara ter o interesse de realizar um único objetivo: “a vontade de Deus”.