Professora do DF desaparece, e família pede ajuda para encontrá-la

Danielle Mendonça foi vista nessa segunda na Rodoviária Interestadual de Brasília e, segundo o companheiro, teria comprado passagem para SP

atualizado 20/07/2021 11:36

Danielle Mendonça Sousa FerreiraArquivo pessoal

Uma moradora de Samambaia, no Distrito Federal, está desaparecida desde segunda-feira (19/7). A professora de português Danielle Mendonça Sousa Ferreira, 37 anos, foi vista pela última vez na Rodoviária Interestadual de Brasília.

Segundo o companheiro da docente, Everton Idelfonso, 36, ele saiu de casa na manhã de segunda para trabalhar, e Danielle ficou dormindo. À noite, quando retornou, não a encontrou mais.

“Eu cheguei em casa umas 20h e vi que ela não estava. Achei que estivesse na casa da mãe dela, mas a minha sogra me mandou mensagem perguntando por ela”, relata Everton. “Ela deixou um caderno com várias anotações, coisas desconexas. Aí, comecei a ficar preocupado”, completa.

Everton, então, mandou mensagens para amigas de Danielle, em busca de informações. “Fui ver se alguém tinha conversado com ela, se alguém sabia de alguma coisa. Só uma pessoa falou com ela, porque ela é professora de cursinho e ligou para a dona do curso para desmarcar a aula que iria dar”, assinala o companheiro da docente.

0

Ainda nessa segunda, Everton registrou boletim de ocorrência na 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul). “A última hora que o celular dela apontou localização foi umas 16h30 de ontem, na Rodoviária Interestadual. De lá, a gente conseguiu descobrir que ela pegou um ônibus para São Paulo (SP)”, diz.

“A gente conseguiu registrar o boletim de ocorrência e, com isso, fomos tentar descobrir onde que ela comprou o bilhete. Lá, deram essa informação de que ela tinha comprado passagem para São Paulo”, completa.

O casal está junto há três anos e, segundo Everton, é a primeira vez que isso acontece. O companheiro da professora diz que agora pretende ir para São Paulo, em busca de Danielle, e pede que quem tiver informações sobre a mulher entre em contato pelos seguintes números: (61) 99230-5991 (Everton) ou (61) 98352-0572 (Filipi).

Últimas notícias