*
 

O caso de um funcionário fantasma na Câmara Legislativa chamou a atenção de quem frequenta os corredores da Casa por uma razão inusitada: desta vez, a assombração usa chuteiras.

Lotado no gabinete do deputado distrital Juarezão (PSB), Gustavo Araújo Passos (foto) deveria dar expediente no escritório político do parlamentar. Porém, ele atua como jogador de futebol profissional no Ceilândia Esporte Clube.

No horário em que deveria estar na CLDF, o atleta participa de treinos, pois joga no time que disputa o Candangão 2018. Ainda assim, os cofres do Legislativo desembolsam R$ 2.567,02, mensais para o esportista.

Procurado pelo Metrópoles, o deputado Juarezão afirmou, por meio de assessoria, desconhecer o fato de Gustavo deixar de trabalhar devido à atividade futebolística. O jogador, que está lotado na liderança do PSB, deveria realizar atividades externas para o gabinete.

Gustavo, que estava de férias em janeiro, deveria retornar aos trabalhos neste mês. Contudo, será mandado para o chuveiro mais cedo, pois será exonerado e perderá o cargo comissionado na Câmara.

O caso do jogador foi enviado à Procuradoria Geral da Câmara Legislativa, que analisará as medidas cabíveis para ressarcir os cofres públicos.

O atleta não foi localizado pela reportagem, e o Ceilândia Esporte Clube disse que não comentará o assunto.

Facebook/Reprodução

Gustavo Passos, em campo pelo Ceilândia

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Política