Polícia mata pitbull que estava trancado em casa com criança no DF

Segundo a corporação, o animal apresentava bastante agressividade e poderia romper a porta onde estava o menino

ReproduçãoReprodução

atualizado 13/07/2019 13:51

A Polícia Militar abateu um cachorro da raça pitbull que, segundo a corporação, ameaçava atacar uma criança que estava trancada com o animal dentro de uma casa na Quadra 6, Conjunto K, na Estrutural. O batalhão ambiental foi chamado para tentar capturar o cão por volta das 16h dessa sexta-feira (12/07/2019), mas não conseguiu diante da agressividade do bicho.

Diante da impossibilidade de capturar o pitbull, os policiais ambientais pediram ajuda ao batalhão de cães devido à expertise desses militares com caninos. O sargento Arizomar Pereira, do BPMA, disse que tentou todos os meios possíveis, inclusive a cessão de um dardo tranquilizante com o zoológico, mas não conseguiu contato com os veterinários de lá. O abate ocorreu após a anuência do dono do animal e pai da criança.

“Esse animal se soltou e partiu para cima dos donos. O homem e a esposa conseguiram sair, mas o menino, de 7 anos, ficou trancado em casa com o pitbull. Depois que nós chamamos o BPCães, a avaliação deles foi a mesma que a nossa, de que já tínhamos tentado todas as possibilidades e, infelizmente, a única alternativa ali era abater o animal. Ele foi abatido com um único tiro, com a arma da corporação, como forma de causar o mínimo sofrimento possível”, detalha o policial.

Entre o cão e a criança havia uma porta de aço que, na avaliação dos policiais, era frágil e poderia ser rompida pelo cachorro. De acordo com o sargento, também havia um vira-latas na casa, que se escondeu no mesmo cômodo do menino.

Últimas notícias