PIB do DF cresce em 2018; capital mantém maior renda per capita do Brasil

O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços finais produzidos por um país, estado ou cidade

atualizado 13/11/2020 21:05

Michael Melo/Metrópoles

A Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgaram nesta sexta-feira (13/11) o Produto Interno Bruto do Distrito Federal em 2018.

O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços finais produzidos por um país, estado ou cidade, geralmente em um ano. Em 2018, o Distrito Federal produziu R$ 254,817 bilhões, valor 1,7% maior em relação a 2017.

Para a Codeplan, o crescimento do PIB do DF caracteriza a recuperação da economia brasiliense após o cenário de crise econômica de 2015, quando a capital registrou uma variação negativa. Em 2016, a variação foi nula (0%) e, em 2017, cresceu 0,3%.

DF em relação ao Brasil

Embora o Distrito Federal e o Brasil tenham apresentado resultados semelhantes, existem diferenças bem definidas. O perfil produtivo local é marcado, principalmente, pelo setor de serviços, com forte influência da atividade pública, conferindo ao DF certa estabilidade tanto em períodos de crise quanto de progresso econômico.

Gráfico
Evolução do volume do PIB do Brasil e do Distrito Federal (%) – 2003 a 2018

Além disso, o Distrito Federal é a unidade federativa com o maior Produto Interno Bruto per capita em 2018. O PIB per capita equivale ao valor produzido num determinado estado ou país dividido pelo seu número de habitantes.

Considerando a população de 2.792.209 habitantes, o PIB-DF per capita chegou a R$ 85.733, com alta de 0,2% em relação ao ano anterior e 2,5 vezes maior que o indicador brasileiro, de R$ 33.594. O alto valor do PIB per capita, no entanto, não significa que o DF como um todo está mais rico, já que o cálculo não revela desigualdade social, que no DF é maior que a média do país.

(Com informações da Codeplan)

Últimas notícias