PCDF: mulher que deu tapas e socos em menina de 11 anos é identificada

Um termo circunstanciado por lesão corporal foi aberto pela PCDF. Criança foi levada ao IML para passar por exames

atualizado 25/02/2022 15:48

AgressãoReprodução / Redes sociais

A mulher que de 35 anos que agrediu com tapas, empurrões e puxões de cabelo uma menina de 11 anos foi identificada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e será chamada para depor. O fato, tratado como lesão corporal, ocorreu no Setor P Sul, em Ceilândia, nessa quinta-feira (24/2). Câmeras de segurança registraram as cenas.

Câmera flagra mulher batendo em menina de 11 anos no Distrito Federal

As imagens mostram a estudante andando pela rua, quando a agressora se aproxima dentro de um carro. A mulher desce do veículo e parte para cima da vítima. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela corporação.

Veja:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Metrópoles DF (@metropoles.df)

O chefe da 23ª Delegacia de Polícia (P Sul), Gustavo Farias, disse que um termo circunstanciado foi aberto e o que teria motivado a agressão foi uma discussão entre a menina agredida e a filha da agressora. “As duas se desentenderam no colégio e a mulher foi lá para se vingar pela filha. Um ato reprovável que terá resposta imediata. Identificamos a agressora e encaminhamos a criança ao IML para fazer exames”, disse o delegado.

De acordo com o relato de um familiar da aluna agredida, a mulher teria dito, inicialmente, que não bateu na menina. No entanto, as imagens mostraram outra situação.

“A gente foi à loucura. Ficamos revoltados”, disparou um parente. “Fisicamente, ela está bem, mas está muito abalada. Não quer mais voltar para a escola. Ela não quer voltar mais para lá”, lamentou. A menina precisou de medicação para dormir e apresenta dificuldade para comer.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias