PCDF cumpre 13 mandados na 2ª fase da Operação Quinto Preceito

A operação tem objetivo de coletar informações sobre suspeitos de integrarem uma rede associada ao tráfico de drogas nas regiões

atualizado 11/09/2020 12:48

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou, nesta sexta-feira (11/9), a segunda fase da Operação Quinto Preceito. Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em Santo Antônio do Descoberto (GO), Samambaia, Recanto das Emas e Taguatinga.

A operação tem objetivo de coletar informações sobre suspeitos de integrarem uma rede associada ao tráfico de drogas nas regiões.

Durante as buscas e apreensões, foram encontradas porções de drogas, como maconha e LSD.

A Quinta Preceito foi deflagrada na semana passada, com auxílio da Polícia Civil de São Paulo, onde seis mandados também foram cumpridos nas cidades de São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Mairiporã.

As investigações duraram aproximadamente cinco meses. Os policiais da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Sul) descobriram que o suspeito, conhecido como “O Buda”, usava uma propriedade particular na Serra do Cantareira para produzir e enviar entorpecentes, de naturezas distintas, para diversas unidades da Federação. Entre elas, Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Goiás e Distrito Federal.

As drogas comercializadas pelo suspeito são consideradas de alto valor. As porções das substâncias chegaram a ser comercializadas por R$ 5 mil. Além disso, em razão da ocultação de valores praticada pelo suspeito, a Justiça bloqueou R$ 5 milhões do investigado.

Quinto Preceito

A operação foi batizada de Quinto Preceito em alusão aos cinco preceitos que constituem o código de conduta básico de Sidarta Gautama, o Buda, os quais estabelecem compromissos de abstenção de prejudicar os seres vivos, de roubar, praticar má conduta sexual, mentir e também de se intoxicar.

Últimas notícias