PCDF apreende R$ 500 mil em mercadoria ilegal e prende gerente de mercado

O galpão, localizado no Paranoá, era utilizado por um criminoso de Planaltina para ocultar diversos produtos comprados e não quitados

atualizado 28/07/2020 15:18

galpão

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou a Operação Fraus, após localizar um galpão utilizado para ocultar mercadorias oriundas de estelionato. Os produtos são avaliados em R$ 500 mil. Outra parte dos itens foi encontrada em um supermercado. O gerente do estabelecimento acabou preso. A investigação foi conduzida pela 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina).

O galpão, localizado no Paranoá, era utilizado por um criminoso de Planaltina para ocultar diversas mercadorias compradas e não quitadas. Elas eram revendidas para mercados da região norte do Distrito Federal com preço reduzido.

O responsável pelo local, um homem de 27 anos, foi preso em flagrante pelo crime de receptação na primeira fase da operação, deflagrada na última sexta-feira (24/7). A mercadoria acabou apreendida e parte já foi restituída às vítimas.

0

 

Na segunda parte da Operação Fraus, que significa fraude em latim, policiais civis e auditores fiscais do Distrito Federal realizaram a ação conjunta no supermercado de Planaltina, suspeito de comercializar os produtos oriundos do estelionato. A segunda fase foi deflagrada nessa segunda-feira (27/7).

Veja vídeo: 

 

A operação conjunta resultou na prisão em flagrante do gerente do estabelecimento por receptação qualificada e também foram tomadas providências fiscais administrativas.

Últimas notícias