Operação da PCDF e do MP combate tráfico de drogas delivery

Sete mandados são cumpridos no Riacho Fundo, no Guará e em Valparaíso, no Entorno do DF. Envolvidos teriam relação com grupo Comboio do Cão

O Ministério Público e a Polícia Civil deflagraram, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (05/12/2019), operação que tem como alvo traficantes no Riacho Fundo, no Guará e em Valparaíso (GO), no Entorno do Distrito Federal. Eles são acusados de fazer comércio de drogas delivery.

Ao todo, são cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Cinco pessoas foram presas. As investigações tiveram início em junho deste ano na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). Os envolvidos teriam relação com a organização criminosa Comboio do Cão.

De acordo com as investigações policiais, em três residências foram encontradas drogas (cocaína e crack), balanças de precisão e pinos (recipiente no qual o entorpecente é colocado à venda). Em outra casa, a polícia descobriu um pé de maconha, um facão e munição.

Batizada de Destino — por causa do meio usado para entregar os entorpecentes, o delivery —, a operação visa apreender celulares, drogas, armamentos e caderno de contabilidade que possam comprovar o crime de tráfico de drogas.

Trabalho no ano

Essa é a quarta operação de combate ao tráfico de drogas com a colaboração entre o MPDFT e a Polícia Civil, em 2019. As outras três foram Vargem Bonita, Rosário e Efeito Dominó.

Segundo o promotor de Justiça Luiz Humberto de Oliveira, integrante da operação, a atuação conjunta é uma forma de combater a criminalidade de maneira mais eficaz. “Quando há essa união de esforços, a investigação e a obtenção de provas são mais qualificadas”, aponta.

Caso haja flagrante, os presos serão encaminhados para a 2ª DP, que conduz as investigações em parceria com a Promotoria de Justiça de Entorpecentes.