Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

“Vou comer urubu”, disse adolescente a flamenguista antes de ser morto

Briga generalizada registrada em Ceilândia foi motivada por time de futebol. Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas

atualizado 29/11/2021 12:22

briga generalizadaReprodução

A discussão que acabou em morte na noite desse domingo (28/11), no Distrito Federal, foi motivada por time de futebol. A coluna apurou que um grupo de pessoas estava bebendo ao lado do “Bar da Zefinha”, quando um menor, de 17 anos, identificado como Edinaldo Junio Moreira Ferreira de Jesus, falou : “Eu vou comer c* de flamenguista”. Ele disse a frase para um jovem chamado Felipe, que torce para o time carioca. O adolescente morreu no local e outras cinco pessoas ficaram feridas.

Segundo testemunhas, ao ouvir a provocação, Felipe jogou uma latinha na cara do adolescente, que foi partiu para cima do flamenguista. A irmã de Edinaldo tentou apartar a briga e acabou levando um tapa no rosto. Ainda de acordo com as pessoas que estavam no estabelecimento, o menor falou para Felipe que ele iria morrer. O adolescente deixou o local e foi em casa, onde pegou uma faca. Ele voltou para o bar e apunhalou o rival duas vezes, no peito

Amigos tentaram segurá-lo. Porém, também acabaram esfaqueados. O pai da vítima, um policial militar aposentado, tentou socorrer o filho e também foi atingido nas costas. Em reação, o militar Gilmar Assis pegou uma arma em casa, voltou ao bar e abriu fogo contra o menor e a mãe dele pois, de acordo com as vítima, a mulher também teria tentado agredir o policial militar.

Um outro jovem que estava no local acrescentou que Edinaldo estava bebendo desde cedo com um grupo de amigos em casa. Ele teria ido ao bar comprar um cigarro e, na volta, falou: “Queria comer urubu”, fazendo referência ao Flamengo perto de Felipe, que reagiu agredindo o menor.

Outra testemunha detalhou que as “piadas” feitas por Edinaldo também consistiram em dizer que queria “comer um urubu assado”, se referindo ao time do rapaz, alvo das facadas.

Ocorrência

O adolescente de 17 anos morreu e cinco pessoas ficaram feridas após a briga generalizada, ocorrida na EQNN 4/6, na Guariroba, em Ceilândia Sul. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada e, quando as equipes chegaram ao local, depararam-se com mais de 60 envolvidos na confusão. Todas essas pessoas estavam em um bar.

Segundo a corporação, havia ao menos quatro feridos no chão e outros dois em pé. Uma testemunha entregou aos policiais a faca que teria sido usada no crime. Diante da gravidade dos fatos, os PMs solicitaram prioridade no socorro do Corpo de Bombeiros.

0

 

Todos os feridos foram socorridos no Hospital Regional de Ceilândia. Dois estão em estado grave. A 23ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), responsável pela ocorrência, investiga o caso.

Mais lidas
Últimas notícias