Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

“Puta”: casa amanhece pichada e mulher denuncia perseguição política

A depredação do patrimônio da moradora seria, segundo ela, organizada por pessoas ligadas a um político que se candidatou à CLDF

atualizado 04/10/2022 21:52

muro pichado Reprodução

Uma moradora da Candangolândia registrou ocorrência policial após ter o muro de sua residência pichado com a palavra “puta”. A ofensa foi escrita com tinta branca. As cercanias da residência foram atacadas por vários pichadores durante o período eleitoral, o que fez a vítima acreditar estar sendo alvo de ataques políticos.

A depredação do patrimônio particular da moradora seria, segundo ela, organizada por pessoas ligadas a um político. “Desde que me posicionei politicamente discordando de determinados fatos que ocorrem na cidade, passei a ser atacada. Durante a campanha, fui duramente criticada”, disse.

De acordo com a mulher, tudo começou quando ela recebeu em sua casa a visita de um candidato à Câmara Legislativa do DF,  o que teria provocado a ira de um ex-aliado e também aspirante à CLDF. “Depois dessa visita, apoiadores de outro candidato passaram a me atacar e até fazer ameaças. Hoje eu temo pela minha segurança e a dos meus filhos”, desabafou.

Veja imagens do muro que cerca a casa da moradora:

0

Presa em casa

A moradora afirmou que precisou mudar a rotina e passou a ter medo de sair de casa.

Ela registrou ocorrência na 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante). “Realmente passei a ficar com receio de sair de casa, pois a pressão e as ameaças veladas em grupos de WhatsApp aumentaram muito”, relatou.

 

Mais lidas
Últimas notícias