Motoboys de apps denunciam ponto de coleta em meio à lama em shopping

Trabalhadores reclamam do acesso precário para se retirar encomendas no empreendimento comercial

Motoboys que trabalham para empresas de delivery denunciam a situação do ponto de coleta de encomendas do ParkShopping, no Guará. Impulsionado pelas chuvas das últimas semanas, o local de retirada de alimentos se transformou um verdadeiro lamaçal.

Motoboy acusa PMs do DF de agressão: “A gente vai te exterminar”

Segundo um dos entregadores, a administração do shopping tirou os motoboys da entrada da unidade e realocou no novo ponto. “Motoboy já caiu aqui, se acidentou, já quebrou a perna”, revela. “É um descaso com a nossa classe”.

Assista a situação do local:

1/3
Motoboys alegam que ponto de coleta do ParkShopping já ocasionou acidente entre os trabalhadores
Lama tomou conta do local
“É um descaso com a nossa classe”, diz um dos entregadores

O presidente do Sindicato dos Motociclistas Profissionais do Distrito Federal (Sindmoto-DF), Luiz Carlos Garcia Galvão, diz que prepara um ofício para comunicar o shopping.

“Ele é obrigado por lei a dar todo um amparo ao trabalhador ciclista, motociclista e o motorista de aplicativo, com ponto de apoio. Esse ponto é insalubre e fora da lei”, defende o presidente.

Outro lado

Procurado pelo Metrópoles, o ParkShopping informou que o ponto conta com água, lugar para esperar, espaço para carregar celular e foi construído para evitar o trânsito junto com outros veículos. Além de estar providenciando reforma do local. Leia a nota:

“O shopping vem aprimorando as instalações do ponto de coleta dos motoboys para oferecer as melhores condições aos entregadores. A estrutura atual conta com sanitários, tomadas de recarga para celulares, abrigo de sol e chuva, local apropriado para a espera dos pedidos, água e segurança. O ponto de coleta foi instalado em uma área com menos circulação de veículos, justamente para evitar acidentes. Alguns ajustes, entretanto, decorrentes das chuvas, se tornaram necessários e serão realizados assim que possível”.