*
 

Três dias após ser encontrado em uma parada de ônibus do Riacho Fundo I, o recém-nascido que tinha recebido o nome de Lucas Guerreiro morreu. A Polícia Civil confirmou o óbito.

A criança foi achada dentro de uma caixa de papelão na parada da QS 14, ao lado da academia Acquamedley. Depois, socorristas a levaram para o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib).

Desde domingo (8/4) estava internada. Na unidade de saúde, recebeu o nome de Lucas Guerreiro, dado por funcionários do hospital. O caso está sendo investigado pela 29ª Delegacia de Polícia (Riacho Fundo), que procura a mãe do menino.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a criança nasceu prematura, com cerca de 34 semanas de gestação. Quando foi achado por um segurança que passava pelo local, o bebê estava com o cordão umbilical preso ao corpo. O homem seguia para o trabalho quando ouviu o choro do recém-nascido e parou para ver o que era.

 

 

COMENTE

MorteBebêparada de ônibuscaixa de papelão
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito