Morre desembargador aposentado do TJDFT Asdrúbal Cruxên

Magistrado foi vice-presidente da Corte e comandou o Tribunal Regional Eleitoral

TJDFT/Reprodução

atualizado 26/02/2019 22:58

O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) Asdrúbal Zola Vasquez Cruxên morreu aos 80 anos, na manhã desta terça-feira (26/2), em Brasília. O velório será realizado nesta quarta (27), a partir das 14h, na Capela 10 do Cemitério Campo da Esperança. O sepultamento está marcado para as 15h.

Natural de Porto Alegre (RS), Cruxên se formou em direito e ciências sociais pela Faculdade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro. Foi nomeado juiz de direito do TJDFT em dezembro de 1975, após aprovação no VI Concurso para Magistratura do Distrito Federal.

Em outubro de 1980, o magistrado foi promovido a juiz de direito por antiguidade e, em dezembro de 1991, também por antiguidade, tornou-se desembargador.

Exerceu o cargo de vice-presidente do TJDFT no biênio 1998–2000 e foi eleito presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) para exercer o mandato de 2000 a 2002. Após 33 anos de atuação como magistrado do TJDFT, aposentou-se em julho de 2008. (Com informações do TJDFT)

Últimas notícias