Militar do Exército filmado dando tiros para o alto em festa no DF é preso

A festa clandestina ocorreu em Santa Maria. O momento em que os jovens efetuam os tiros foi filmado e publicado nas redes sociais

O soldado do Exército Thalyson Fideli da Silva (foto principal), de 21 anos, se apresentou aos seus superiores e foi preso nesta segunda-feira (4/1). O jovem, flagrado dando tiros para o alto durante uma festa clandestina no DF, estava foragido desde a última semana. Além do militar, um outro rapaz já havia sido preso. Uma terceira pessoa, entretanto, ainda está foragida. A investigação é conduzida pela 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria).

Imagens da festa, ocorrida na tarde de sexta-feira (25/12), foram publicadas em redes sociais. Nos vídeos, jovens armados com pistolas automáticas atiram para o alto, enquanto dezenas de pessoas cantam, dançam e filmam. A confraternização ocorreu no meio da rua, no Conjunto H da Quadra 204.

1/5
Soldado do Exército aparece em imagens dando tiro para o alto
Festa ocorreu em Santa Maria
PCDF identificou os suspeitos
Uma arma foi apreendida
Festa clandestina foi realizada na sexta-feira (25)

Uma tenda foi armada e a rua ficou bloqueada para o trânsito de veículos. Vários carros equipados com som embalaram a festa, regada a drogas e bebidas alcóolicas. Em determinado momento, um jovem saca uma pistola com pente alongado. A arma seria da marca austríaca Glock, do mesmo modelo usado pela PCDF.

O poder de fogo das pistolas fica evidente quando os homens disparam rajadas para o alto. Outros jovens, também armados, sacam revólveres e também dão tiros para o alto.

Veja o vídeo: