Marcha quer esclarecer brasilienses sobre a endometriose

A EndoMarcha acontece neste sábado (30/3), às 9h, no Parque Bosque Sudoeste

Divulgação

atualizado 29/03/2019 14:46

Para conscientizar a população sobre o tratamento da endometriose – distúrbio que provoca crescimento do tecido que reveste o útero na parte externa do órgão –, será realizada neste sábado (30/3) a 6ª edição da EndoMarcha. O evento é gratuito e ocorrerá no Parque Bosque do Sudoeste, às 9h, com apoio da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA).

Segundo os organizadores, a EndoMarcha tem por objetivo esclarecer que a endometriose é uma doença tratável e não impossibilita que a paciente engravide. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que aproximadamente 7 milhões de brasileiras já foram diagnosticadas com a doença.

Organizadores esperam, ainda, que o evento chame atenção para uma das lutas das pacientes: a criação de políticas públicas, assim como tratamento digno para melhorar a saúde e qualidade de vida das mulheres.

Além de Brasília, a EndoMarcha 2019 acontecerá nas seguintes cidades: São Paulo, Sorocaba, Leme, Santos (SP); Rio de Janeiro (RJ); Belo Horizonte, Uberlândia (MG); Goiânia (GO); Campo Grande (MS); Curitiba, Londrina, Maringá (PR); Florianópolis (SC); Salvador, Feira de Santana (BA); Fortaleza (CE); São Luís (MA); Boa Vista (RR); e Belém (PA).

“Em todas as cidades, haverá médicos especialistas em reprodução assistida para tirar dúvidas sobre os tratamentos de fertilidade em mulheres diagnosticadas com endometriose”, afirma a presidente da SBRA, Hitomi Nakagawa.

A atriz Tatá Werneck é um grande exemplo de superação. Em depoimento nas redes sociais, ela conta que estava se preparando para fazer uma cirurgia de endometriose quando descobriu que estava grávida.

 

Últimas notícias