Mãe que matou o filho e jogou corpo no lixo continua internada

Autuada por infanticídio, a mulher de 41 anos está no Hospital de Base, em estado grave, sob escolta de agentes da 1ª DP (Asa Norte)

atualizado 12/10/2021 13:31

Porta do Hospital de BaseJacqueline Lisboa/Metrópoles

A mãe de 41 anos presa por matar o filho após o nascimento, na última segunda-feira (11/10), continua internada em estado grave no Hospital de Base. Agentes da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) escoltam a paciente.

Como mostrou o Metrópoles, a filha mais velha da suspeita, de 21 anos, contou que, após a criança nascer, a mulher arrancou o cordão umbilical com as próprias mãos, matou o recém-nascido e jogou o corpo no lixo. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado logo depois, pois a mulher começou a ter hemorragia.

A mãe, que trabalha como diarista, foi levada ao Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), e os médicos, ao saberem da história, chamaram a PCDF. Os policiais civis localizaram o corpo do bebê e acionaram a perícia.

O caso ocorreu na Vila Telebrasília e é investigado pela 1ª DP.

A acusada foi autuada por infanticídio e transferida para o Hospital de Base após piora no estado de saúde. “Ela começou a passar muito mal, com hemorragia, e a filha chamou os bombeiros. Ela foi autuada em flagrante delito e está sob escolta da polícia”, disse o delegado adjunto da 1ª DP, Maurício Iacozzilli.

Últimas notícias