*
 

Após audiência de custódia, o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) determinou a prisão preventiva de um homem acusado de ameaçar uma tia de 90 anos e de possuir munição ilegalmente. Segundo o registro policial, o autuado, que é sobrinho da vitima, mora com ela há cerca de três anos, é usuário de drogas e apresenta comportamento agressivo com todos que frequentam a casa, principalmente a vítima.

No dia do crime, o autuado teria chegado em casa muito alterado e foi impedido de entrar pela tia e demais parentes. Ele começou a fazer ameaças e, então, um dos parentes compareceu à delegacia para registrar ocorrência.

Quando o registro estava sendo feito, outros parentes ligaram, informando que o homem continuava tentando entrar na residência sem autorização. Uma equipe de policiais se dirigiu ao local, onde efetuou a prisão e, ao revistar o quarto do autuado, encontrou 25 munições. Em depoimento na delegacia, o autuado negou ter agredido ou ameaçado qualquer pessoa de sua família e disse que não é usuário de drogas, apenas faz uso de bebidas alcoólicas socialmente.

Após examinar os autos, o magistrado verificou que não ocorreu nenhuma irregularidade que pudesse gerar o relaxamento da prisão e ressaltou a gravidade da conduta, pois o autuado teria praticado várias ameaças a uma idosa de 90 anos. “A hipótese evidencia a necessidade de conversão do flagrante em preventiva. Com efeito, embora estejamos diante de autuado tecnicamente primário, vê-se que ele tem, de forma reiterada e sistemática, praticado uma série de ameaças contra a vítima principal, sua tia, de 90 anos de idade, assim contra seus familiares”, disse o juiz.

A prisão gerou a instauração de um procedimento criminal, que foi distribuído para o 3º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher de Brasília, no qual os fatos serão apurados e o processo terá seu trâmite até uma decisão final. (Com informações do TJDFT)

 

 

COMENTE

TJDFTidososviolência contra a mulherameaçaprisão preventiva
comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça