O Tribunal do Júri de Brasília condenou Mariozan Gomes Diogenes da Silva a 8 anos e 2 meses de reclusão por tentar matar um vizinho e por porte ilegal de arma de fogo. O caso ocorreu em 8 de abril do ano passado, na Estrutural.

Segundo a denúncia, Mariozan disparou seis tiros contra Sirlene Evangélica Rodrigues, que era vizinha dele. O motivo seriam os constantes desentendimentos entre os dois. No momento do ataque, a vítima se abaixou e conseguiu escapar dos disparos.

O juiz determinou que Mariozan deverá cumprir a pena inicialmente em regime fechado e não poderá recorrer da sentença em liberdade. (Com informações do TJDFT)