“Hulkinho do tráfico” é preso pela PCDF por fazer combo de sexo e drogas

Investigações apontam que o traficante fazia venda casada em programas sexuais com os clientes. Cocaína e maconha eram oferecidas

Um garoto de programa que traficava cocaína e ecstasy, principalmente em festas voltadas para o público gay, foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), nessa terça-feira (21/9). Jean Ferreira Leal (foto em destaque), 27 anos, mais conhecido como “Hulkinho do tráfico”, acabou detido durante operação deflagrada pela Seção de Repressão às Drogas (SRD) da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central).

De acordo com as investigações, o traficante fazia venda casada ao realizar programas sexuais com os clientes. Eram oferecidas porções de cocaína e drogas sintéticas aos usuários durante nos encontros. O suspeito também vendia entorpecentes para clientes cativos em bares do Plano Piloto.

Hulkinho foi detido quando estava próximo a uma padaria, na Quadra 312 Norte, e negociava a venda de porções de cocaína “escama de peixe” – pó com alto teor de pureza e mais cara do que a cocaína comum – com um cliente. Ao perceber a presença dos policiais, o traficante jogou mesas e cadeiras sobre as equipes da 5ª DP (Área Central) e tentou fugir, sendo alcançado metros à frente.

Veja imagens do Hulkinho do tráfico:

1/9
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Usuários confirmam

Durante a abordagem, o suspeito tentou se livrar das porções de cocaína e de vários comprimidos de ecstasy. Os policias, no entanto, conseguiram apreender as drogas. Ouvidas na delegacia, testemunhas confirmaram que tinham o hábito de comprar entorpecentes com Hulkinho, principalmente em festas ou em bares da cidade.

O traficante foi autuado, em flagrante, por tráfico de drogas e deverá passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (22/9). Ele ficará recolhido na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE).