Homem que matou vizinho no DF é condenado a 20 anos de prisão

Sirnei Souza da Silva matou Márcio Mendes da Silva por achar que a vítima havia feito uma denúncia contra ele à polícia

PMDF/ DivulgaçãoPMDF/ Divulgação

atualizado 24/06/2019 19:33

Quase três anos depois de assassinar o vizinho, Sirnei Souza da Silva foi condenado a 20 anos de prisão pelo Tribunal do Júri do Paranoá. O crime ocorreu na região de Del Lago, no Itapoã, e foi classificado como homicídio qualificado, uma vez que Márcio Mendes da Silva foi pego de surpresa. O autor teria matado a vítima por achar que ela o havia denunciado à polícia.

De acordo com as investigações, em 10 de outubro de 2016, por volta das 8h30, Márcio caminhava até uma parada de ônibus, quando Sirnei saiu de trás de um poste na esquina entre as quadras 318 e 351 e disparou com uma arma de fogo contra ele.

Em plenário, o Conselho de Sentença condenou o réu. De acordo com a decisão dos jurados, foi sentenciada a pena de 20 anos de prisão, em regime inicialmente fechado.

Segundo o juiz, passados cerca de quase três anos, os filhos da vítima ainda não se recuperaram, a viúva continua aterrorizada, dizendo que permanece em estado de pânico até hoje. A família de Márcio teve ainda que deixar a própria casa e mudar de estado. Diante disso, o réu não terá o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Últimas notícias