*
 

Policiais Civis da 8ª DP (SIA) prenderam, na manhã desta sexta-feira (2/3), um catador de recicláveis que colocou fogo em casa, no começo do ano, com a mulher e dois filhos dentro. O homem estava foragido e, após sua prisão ter sido decretada pela Justiça, além de ter sido intimado várias vezes, apresentou-se na unidade policial. Ele será autuado por lesão corporal, difamação, injúria e incêndio.

Os crimes ocorreram no dia 23 de janeiro no Setor de Chácaras Santa Luzia, na Cidade Estrutural, uma das regiões mais carentes do Distrito Federal. O catador ateou fogo na residência após discussão entre o casal. Ele teria espalhado álcool e ainda manteve todos presos no local.

Apesar do susto, ninguém se feriu. De acordo com a mulher, a discussão começou após o marido ter proposto que a casa da família fosse transformada em um ponto de venda de drogas. A mulher não teria concordado com a situação e, em seguida, o homem espalhou álcool pelo imóvel. No momento, além da companheira, estavam os dois filhos do casal, de 10 e 6 anos.

Conforme informação da PM, a mulher entrou em luta corporal com o acusado e pediu socorro aos vizinhos. O homem fugiu pela mata antes da chegada dos militares. Apesar das dificuldades de locomoção do socorro dentro da Chácara Santa Luzia, os bombeiros conseguiram controlar o incêndio e evitaram que o fogo se espalhasse para outros barracos, que são de madeirite.

Após o atendimento, os militares percorreram a região na tentativa de localizar o suspeito, mas ele não foi encontrado. A mulher registrou uma ocorrência na 8ª DP, responsável por investigar o caso.