Homem é preso no Aeroporto de Brasília com 160 pássaros silvestres

O suspeito tentava levar os canários-da-terra para Ribeirão Preto (SP) ilegalmente

atualizado 18/02/2019 15:06

BPTur/Divulgação

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (18/2) ao tentar transportar 160 pássaros de forma ilegal no Aeroporto Internacional de Brasília. Identificado como Adilson Nato, ele foi detido pelo Batalhão de Policiamento Turístico da Polícia Militar do Distrito Federal (BPTur-PMDF).

O acusado saiu de Rondônia, fez conexão em Brasília e tinha a cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo, como destino final. Ao despachar as malas, os funcionários da companhia aérea responsável pelo voo perceberam um barulho na bagagem e acionaram o BPTur.

Os policiais identificaram 160 canários-da-terra em situação precária. “Eles estavam bastante maltratados, devido ao pouco espaço”, informou o cabo Ailton Caetano, responsável pelo caso. O militar afirma que o homem se identificou como proprietário das aves e, provavelmente, iria comercializá-las em Ribeirão Preto.

O homem foi conduzido à Polícia Federal. Ele será autuado por transporte ilegal de animais silvestres e também pode responder pelo comércio irregular dos pássaros. O criminoso já tem passagem policial pelo mesmo motivo. Além disso, o acusado terá que pagar duas multas de R$ 80 ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) pelo transporte e maus-tratos aos animais.

0

Os pássaros serão encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CTAS), do Ibama. Depois de uma análise, as aves serão devolvidas à natureza.

Últimas notícias