Homem é preso após assediar jovem por 20 dias no trajeto ao trabalho

Ele esperava vítima, de 19 anos, no mesmo ponto do caminho e repetia palavras de baixo calão. Suspeito foi levado à 5ª DP e liberado

atualizado 10/06/2021 19:39

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu um homem de 31 anos que há 20 dias perseguia e importunava uma jovem de 19 anos durante o trajeto dela ao trabalho, no Setor Comercial Sul. Ele foi detido nessa quarta-feira (9/6) depois que a vítima buscou apoio junto ao 1º Batalhão da PM.

Segundo a corporação, a jovem se queixava de que o homem a esperava sempre em um determinado ponto do caminho que ela preciso fazer para ir ao trabalho e sempre dizia palavras de baixo calão.

A perseguição pode ser enquadrada no crime de stalking, sancionado em 1º de abril, informou a PM. Assim, os policiais constataram que o suspeito realmente aguardava pela jovem no ponto do trajeto informado pela vítima. Além disso, o próprio acusado confirmou que esperava a vítima passar.

O suspeito foi encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). Segundo a PMDF, a Polícia Civil do DF (PCDF) entendeu não ser caso de flagrante e liberou o homem. A corporação informou que o suspeito já tem diversas passagens na polícia.

0

Segundo a PM, a corporação irá acolher a vítima pelo Policiamento de Prevenção Orientado à Violência Doméstica e Familiar (Provid).

De acordo com a PCDF, “o caso não é considerado flagrante pois os fatos são pretéritos, isto é, não ocorreram na data em que os policiais militares conduziram o suspeito à Delegacia”.

Ainda segundo a Polícia Civil, a vitima informou ao delegado do caso, Helder Arns Pedron, que antes de se aproximar do suspeito chamou a Polícia Militar, portanto, não houve crime no dia em que ele foi à DP, o que impossibilita a prisão em flagrante.

“Deve-se enfatizar que o suspeito não apresenta antecedentes semelhantes e responderá criminalmente pelos fatos que foram relatados, podendo ao final ser condenado pela justiça”, completou a PCDF.

Últimas notícias