GDF prorroga prazo para cadastro no auxílio de R$ 408. Veja como fazer

A adesão aos programas Renda Emergencial e Prato Cheio ainda poderá ser feita até as 23h59 deste domingo (24/05)

O Governo do Distrito Federal prorrogou as inscrições dos dois benefícios criados para ajudar os brasilienses durante a pandemia do novo coronavírus. Os cadastros começaram a ser feitos na última segunda-feira (18/05) e se encerrariam nessa sexta (22/05). No entanto, a adesão aos programas Renda Emergencial e Prato Cheio ainda poderá ser feita até as 23h59 deste domingo (24/05).

O primeiro programa garante R$ 408 aos beneficiários durante período que pode chegar a três meses, enquanto o segundo fornece cesta básica para as famílias carentes. Têm direito a pedir os brasilienses com renda inferior a meio salário mínimo (equivalente a R$ 522), não contemplados com programas sociais, como o Bolsa Família e o “coronavoucher”, do governo federal.

Há duas formas de fazer o pedido. Pela internet, é preciso acessar o site da Renda Emergencial (clique aqui). Também é possível ligar para central telefônica do Banco de Brasília (BRB), no número (61) 3029-8499.

1/5
Sem coronavoucher, famílias esperam receber auxílio de R$ 408 do GDF
O benefício de R$ 408 será pago a pessoas carentes que estejam na lista da Secretaria de Desenvolvimento Social. Os beneficiários podem checar por CPF
BRB aumentou operações de crédito e atua contra os prejuízos da pandemia de coronavírus
Paulo Henrique Costa, presidente do Banco de Brasília
O BRB vai nomear, em junho, 57 novos empregados

Passo a passo
Funciona assim: é preciso ter o CPF em mãos e falar os números para o atendente, que vai cruzar os dados informados com os do sistema para saber se aquela pessoa pode ser contemplada.

Então, será feito um cadastro simples, tanto na internet como por telefone, para preencher nome da mãe, endereço e telefone, entre outras informações pessoais. Logo após esse registro, o beneficiário será comunicado sobre a agência em que deverá retirar o cartão para sacar os R$ 408. Posteriormente, também receberá um SMS com as orientações.

Até o meio-dia de quinta-feira (21/05),  9.039 pessoas conseguiram o acesso aos dois programas: 4.847 se beneficiaram do Prato Cheio, enquanto 4.192 foram habilitados para receber o Renda Emergencial.

O programa do GDF é diferente do pago pelo governo federal, por meio da Caixa Econômica Federal (CEF). No caso do benefício local, só podem participar moradores do DF já cadastrados em lista da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).