*
 

Será julgado, nesta terça-feira (10/4), Anderson Vieira Brito, 18 anos. Ele é acusado de homicídio triplamente qualificado e furto. A vítima, Josué Nóbrega Pereira, 31, era servidor do Itamaraty. A sessão terá início às 9h, no Tribunal do Júri de Brasília.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), no dia 19 de outubro de 2016, no Bloco B da SQS 307, Anderson entrou no apartamento de Josué e estrangulou o rapaz com um cinto.

Ele cometeu o crime por motivo fútil, com emprego de asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. Após o homicídio, o réu furtou alguns pertences do servidor público.

Anderson foi encontrado no dia seguinte, conduzindo o veículo de Josué no Paranoá, e confessou o crime à Polícia Civil. Ele responde ao processo preso, preventivamente.

De acordo com o depoimento do acusado, os dois foram até a residência do funcionário público, onde tiveram relações sexuais. Contudo, por volta das 2h, eles tiveram desentendimento supostamente por conta do valor cobrado pelo garoto de programa. Em seguida, o agressor cometeu o assassinato.

Divulgação

Anderson está preso preventivamente