Falsa notícia de tiros causa desespero e tumulto no ParkShopping

A informação de que havia disparos no estabelecimento levou muitos clientes a se jogarem no chão, mas tudo não passou de um susto

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 15/11/2019 6:42

Clientes do ParkShopping viveram momentos de tensão na noite desta quinta-feira (14/11/2019). Segundo informações da Polícia Militar do DF, três adolescentes assaltaram pessoas que estavam na parada de ônibus. Para fugir dos menores infratores, muitos correram e entraram no estabelecimento comercial. A partir daí, começou  a circular a informação de que havia um homem armado no local. A fake news se espalhou rapidamente, causando desespero e tumulto.

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra frequentadores de um restaurante se jogando no chão e se protegendo atrás de mesas. Em outro, dezenas de clientes aparecem saindo do centro comercial correndo. Veja:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Clientes do ParkShopping viveram momentos de tensão na noite desta quinta-feira (14/11). Segundo informações da PMDF, três adolescentes assaltaram pessoas que estavam na parada de ônibus. Para fugir dos menores infratores, muitos correram e entraram no estabelecimento comercial. A partir daí, começou a circular a informação de que havia um homem armado no local. A falsa notícia se espalhou rápido, causando desespero e tumulto. . Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra frequentadores de um restaurante se jogando no chão e se protegendo atrás de mesas. Os três menores infratores foram apreendidos por uma guarnição da PMDF e encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). De acordo com os PMs, nenhum deles portava arma de fogo. . Vídeo: Reprodução . #parkshopping #susto #shopping #brasília #df #guará #assalto #notícias #metropoles

Uma publicação compartilhada por Metrópoles (@metropolesdf) em

 

Menores apreendidos

Os três menores infratores foram apreendidos por uma guarnição da PMDF e encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). De acordo com os PMs, nenhum deles portava arma de fogo.

Os susto fez com que alguns clientes passassem mal. Eles tiveram de ser atendidos por brigadistas do shopping.

Ao Metrópoles, um ambulante que trabalha na parada de ônibus palco do episódio negou ter havido disparo de arma de fogo. “Teve essa situação do roubo por volta das 22h30 e o pessoal partiu para cima dos assaltantes, mas ninguém tinha arma”, narra o vendedor, que não quis ser identificado.

Myke Sena/Especial para o Metrópoles
Parada de ônibus onde os adolescentes estavam assaltando

Últimas notícias