Equipe do Samu realiza primeiro parto de gêmeos no DF em ambulância

A mãe, de 25 anos, e as duas meninas foram levadas ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT). As bebês são prematuras e estão na UTI Neonatal

Uma equipe de socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou, pela primeira vez no Distrito Federal, um parto de gêmeas prematuras. As bebês nasceram com 28 semanas e cinco dias na madrugada desta terça-feira (30/07/2019), às 2h40, no Recanto das Emas, dentro da ambulância do Samu, sendo assistidas por uma médica e uma enfermeira neonatologistas.

A mãe, de 25 anos, e as duas meninas foram levadas ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT). As gêmeas nasceram com 1.150 kg e 1.110 kg, consideradas de baixo peso. Embora sejam pacientes de risco, elas estão estáveis e internadas na UTI neonatal do HRT.

1/3
Divulgação/SES-DF Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente. Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles DF: […]
Divulgação/SES-DF Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente. Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles DF: […]
Divulgação/SES-DF Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente. Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles DF: […]

 

O atendimento inicial foi prestado por uma Unidade de Suporte Básico (USB) do Samu. Mas, como se tratava de parto gemelar, foi necessário acionar a equipe da Unidade de Suporte Avançado (USA), única do Brasil na área pública de saúde, formada por pediatra e enfermeira especializadas no atendimento a recém-nascidos.

A equipe USA prosseguiu o atendimento ao parto gemelar. Ainda ligadas ao cordão umbilical, as bebês prematuras passaram pelo clampeamento do cordão, aspiração orotraqueal, aquecimento, receberam suporte ventilatório e oxigenoterapia, sendo encaminhadas ao Centro Obstétrico do HRT em condições estáveis. (Com informações da Secretaria de Saúde)