Polícia Federal faz operação contra fraude em fundo de previdência

São cumpridos três mandados de busca e apreensão em Luziânia, cidade goiana distante 59 km do Distrito Federal

atualizado 25/02/2021 8:52

PFPF/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (25/2), para apurar gestão fraudulenta em fundo de previdência de Luziânia, município goiano distante 59 km de Brasília. São cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Segundo a investigação, dinheiro do instituto municipal foi retirado de um fundo já consolidado, que atua com ativos de risco, e transferido para uma empresa suspeita, podendo comprometer a futura aposentadoria dos servidores, uma vez que, de acordo com a PF, não há perspectiva de rentabilidade. Os valores do investimento apurados na diligência ultrapassam os R$ 5 milhões.

A corporação detalhou, por meio de nota, que esses fundos já foram objetos de outras investigações. Os suspeitos adotam o mesmo modus operandi: a empresa de gestão de fundos de investimentos utilizava lobistas para captar clientes e negociar com eles em seu nome. Esses lobistas ficavam encarregados de oferecer o pagamento indevido de benefícios aos clientes, como forma de “convencê-los” a fechar o negócio.

Os investigados, caso confirmadas as suspeitas, podem responder pelos crimes de gestão fraudulenta; participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro. A condenação pode ultrapassar 30 anos de reclusão.

Últimas notícias