Entidades do DF podem se inscrever para participar do Conselho do Idoso

Sociedade civil tem até 14 de outubro para registrar inscrição. Selecionadas atuarão no biênio 2020/2022

atualizado 28/09/2020 22:29

Mão de idoso segura guarda-chuva.Arquivo/Agência Brasília

As organizações da sociedade civil interessadas em compor o Conselho dos Direitos do Idoso (CDI/DF) na gestão 2020/2022 tem até o dia 14 de outubro para se inscrever. Podem participar da eleição as entidades sem fins lucrativos com atuação na promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa no Distrito Federal.

O colegiado é vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). A assembleia de eleição está marcada para o próximo dia 4 de novembro.

Serão escolhidos oito representantes da sociedade civil. No total, o conselho é composto por 16 membros, sendo oito do governo e oito da sociedade civil. Os integrantes do conselho têm mandato de dois anos e é permitida somente uma recondução por igual período.

As organizações que já têm assento atualmente no CDI/DF devem verificar se o representante já foi reconduzido, para que haja indicação de outro nome. A nova gestão terá início no dia 2 de dezembro de 2020 e seguirá até 2 de dezembro de 2022.

A função desse órgão é formular, fiscalizar, coordenar, supervisionar e avaliar as ações voltadas para a promoção dos direitos do idoso no Distrito Federal. Também atua nas decisões referentes ao Fundo dos Direitos do Idoso do Distrito Federal (FDI/DF0).

Participe

Para se inscrever, é preciso enviar os documentos solicitados pelo Edital de Convocação, publicado no dia 23 de setembro, para o e-mail [email protected].

Confira a lista de documentos a serem encaminhados à Comissão Eleitoral do CDI/DF:

  • Formulário próprio devidamente preenchido;
  • Cópia do Estatuto Social registrado em cartório;
  • Cópia da Ata de Eleição da diretoria atual;
  • Cópia do documento de identidade e CPF do dirigente da instituição;
  • Cópia do documento de identidade e CPF dos indicados a conselheiros titular e suplente;
  • Comprovação do tempo de funcionamento;
  • Alvará de funcionamento;
  • Certidões negativas originais da justiça federal e estadual, cível e criminal, dos membros da Diretoria Executiva e dos indicados a conselheiros titular e suplente;
  • Relatório sintético das atividades desenvolvidas na área do envelhecimento, no último ano. A entidade poderá de modo complementar, apresentar folder, jornais, publicações que demonstrem as atividades realizadas;
  • Certificado de registro do programa de atendimento no Conselho dos Direitos do Idoso – CDI/DF, para as entidades que concorrerem ao segmento instituições de longa permanência, centros de convivência para idosos e associações de idosos.

Veja o calendário eleitoral para a escolha dos próximos conselheiros do DF:

14/10/2020 – Data limite para registro (apresentação de documentação)

21/10/2020- Divulgação da relação das entidades habilitadas, publicada no site da SEJUS-DF

23/10/2020 – Data limite para apresentação de impugnação

28/10/2020 – Divulgação da análise das impugnações, publicada no site da SEJUS-DF

04/11/2020 –Assembleia de eleição

(Com informações da Sejus)

Últimas notícias